terça-feira, 14 de junho de 2011

Segredos em Batom













Meus lábios
anunciavam orgias
doces carnavais
em cantigas de ninar
deflagravam guerras
armistícios
em talheres de prata

Meus lábios
teciam salivas
temores
em segredos de batom
encantavam aromas
amores
em potes de especiarias

Meus lábios
emudeciam loucuras
acidentes
no toque da palavra
suportavam distâncias
beijos
em caixas de correio.

 

Imagem: Google

Twitter: https://twitter.com/#!/SilviaMello23


DEUS É FIEL

2 comentários:

  1. Quanta poesia para falar do sentir! Quanta sensualidade!
    Adorei o poema. Lindo!

    ;-))

    ResponderExcluir