terça-feira, 18 de outubro de 2011

RETALHOS
















Preenchi sua ausência
com retalhos
sentimentos coloridos
rasgados

Entreguei seu nome
ao som do vento
sem  segredo
declarado

Sublimei meu vazio
em poesia
palavras desmentidas
rabiscadas

Plantei a tristeza
em canteiros de pimenta
solitários
encarnadas fugas

Tramei sua falta
em novelos
linhas num tecido
rompida sedução

Dancei com a alma
em tempestade
venenos transbordados
afogados ciúmes

Despedi a saudade
em violinos
melodia em lágrimas
despida ilusão.

 
Imagem em ijeanette

Twitter: http://twitter.com/#!/SilviaMello23

DEUS É FIEL

6 comentários:

  1. Retalhos de poesia, mas a colcha ficou bonita.

    ResponderExcluir
  2. Sílvia, Olá!

    Visitando aqui vi poético ambiente, agradável de se estar. Parabéns.
    Sobre a poesia "Retalhos", cada estrofe uma ação de redenção do amor que se foi. Bela composição.

    Abraço,

    Aureliano

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pela leitura,Aureliano! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  4. Minha querida

    Passei e gostei de tudo o que li, tomei a liberdade de seguir.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora (RosaMaria)

    ResponderExcluir
  5. Obrigada, Sonhadora! Volte sempre! :)

    ResponderExcluir